Agora, só no twitter...

    follow me on Twitter

    segunda-feira, abril 17, 2006

    COMO FAZER UM POEMA?

    Fazer poesia é a arte de esculpir palavras
    Pegar a argila da idéia bruta
    E ir lapidando, construindo um objeto poético
    Tirando uma rima pobre daqui
    Descobrindo um substantivo melhor ali
    Uma metáfora, um adjetivo
    Moldando a inspiração
    Tornando-a diamante
    Retirando excessos
    Polindo a superfície
    No fim, a poesia pronta
    A obra de arte no ponto certo de ir pra exposição.

    32 comentários:

    Augusto Galery disse...

    Ué, amor? Vc não tinha dito que essa poesia era ruim? Ah, já sei, vc pegou a idéia bruta e transformou nessa linda poesia no final, né?
    Gostei muito!!!

    PS: Eu acho que desenhar é a arte de tirar o branco do papel...

    B R E N A disse...

    Então aí vai... a melhor obra de Brena e Dé Tolentino:

    Pulei no mar
    Chaveiro
    Passei no ar
    Boiada
    Momentos-pássaros
    Isqueiro

    Tudo bem se você demorar pra entender... a gente também ainda não entendeu.

    :)

    Augusto Galery disse...

    Também não entendi, então perguntei ao Quindim, nosso filósofo e poeta de plantão, e ele facilmente decifrou o poema. Nas palavras do próprio:
    "Trata-se, obviamente, de um poema sobre a transitoriedade do amor como sensação efêmera, ao mesmo tempo em que adverte para a necessidade do uso da pochete na praia".

    B R E N A disse...

    To passando mal!!!
    Me apresenta esse Quindim, por favor.
    Quero comê-lo.
    ;)
    Agora, sério... me apresenta.

    Augusto Galery disse...

    Ora, mas vc não conhece o Quindim?!? Ele é nosso filho mais ilustre. Já publicamos algumas coisas dele aqui: http://blogdoangu.blogspot.com/2005/06/filho-literato.html e aqui: http://blogdoangu.blogspot.com/2005/08/anlise-do-novo-poema-de-quindim.html.
    Vc pode ver foto dele lá no meu orkut...

    Déborah Tolentino disse...

    Passa mallllllllll... KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    O comentario da Brena sobre nosso poema é o melhor: a gente ainda nao entendeu... o pior é que é a mais pura verdade... Foi uma tão pedra tão bruta, que vai levar anos a fio pra nós mesmas lapidarmos....
    ai ai.... Mas a gente é normal tá, preocupa não!
    bjos da Dé!!!!
    ps: vou colar na testa a análise do quindim pra ver se assimilo...

    Déborah Tolentino disse...

    esqueci de perguntar!!! quem é mesmo o tal pudim?????

    khrisna ferraz disse...

    tão querendo comer o quindeim????
    tá ficando séria a coisa por aqui...

    Ricardo Junqueira disse...

    Putamerda!
    Eu sabia q cedo ou tarde voces viriam parar aqui! :(

    Ai ai!

    Ricardo Junqueira disse...

    Entao... quer dizer que aquela cena do Ghost eles estão fazendo poesia?

    Ana Grein disse...

    Brena, o meu Quindim vc não vai poder comer não! Ele é um cãozinho muito fofo e bravinho! Tbém já escrevi várias coisas sobre ele aqui no blog. O post "Homenagem a Drummond" é um dos que mais gosto. Tem tbém o Leite Condensado, sobre o dia em que ele tomou banho e ficou lindo! Alguém percebeu que eu adoro meu cachorro?

    Dé, vc e a Brena são amigas? Que legal! Adorei a poesia que vcs fizeram a 4 mãos. Poesia não é feita pra entender não; é feita pra gente sentir e pronto!

    Ricardo, não entendi nada. Quem fez poema sobre qual cena do Ghost?

    Ana Grein disse...

    Pois é K', a coisa tá seríssima por aqui! Tão querendo comer meu lindo cachorrinho...
    E vc, sua danada, vem a Sampa e não abana o rabo? Imperdoável, imperdoável.

    Ana Grein disse...

    Meu amor, vc sempre tão poeta e filósofo...Obrigada por achar que o que eu escrevo sempre é poesia!

    Déborah Tolentino disse...

    Sim sim!! Eu e Brena somos amigas!!!! Esse poema foi feito nesse feriado numa madrugada histórica.. Com direito a 1712 abdominais de tanto rir do proprio poema... Agora entendi tudo sobre o Quindim! Ele é praticamente um poeta!!! (e precisando de cuidados veterinarios, estou as ordens... cobro barato, qquer barra de chocolate ta valendo!)
    se bem q dps da análise do nosso poema, quem ta devendo sou eu...
    bjos

    Augusto Galery disse...

    Vc é amiga da Brena??? Então dê um abraço nela, pq hj é o Dia do Amigo! Eeeeeeê!
    E o Quindim não é "praticamente" um poeta. Ele é um poeta completo!

    Aliás, acabo de fazer um versinho! Mas acho que só a Ana e a Sandra vão entendê-lo. É assim:

    "Piso nas leis
    Pra fazer canções...
    Veja que pose
    para lições!"

    B R E N A disse...

    Gente! Isso aqui tá bombando!!!
    Ana, desculpa... não sabia que o Quindim (o poeta) era seu cachorro! uahauhauahu
    :)
    To rindo sozinha aqui, despistando, da minha mesa de trabalho! uahauahua
    Beijos

    san disse...

    Gu, piso com gosto em cima das leis. ateh me sinto um parlamentar, pq nao existe a menor possibilidade de eu ir presa por isso ;-)

    Augusto Galery disse...

    Hahahahahahaha
    Mas pelo menos elas nos servem de apoio, né?! Hehehehehe

    Obrigado pela companhia!

    san disse...

    claro! e pra eles (parlamentares) de cobertor quentinho.

    Shauna disse...

    Rindo muito das duas lá em cima querendo comer o Quindin!!!!!!
    Saudade de vcs!!
    bjs

    disse...

    Ana querida.... juro que consigo explicar... e dá proxima vez.... tenho um encontro marcado com vcs.

    beijos

    ps. saudades do meu casal modelo.

    Déborah Tolentino disse...

    Onde estão vocês???? Até Quindim tá sem inspiração esses dias?? Bjos da Dé!

    Augusto Galery disse...

    Ei, gente.

    Tamos mesmo sumidos! Com uns probleminhas pra resolver. Prometemos voltar assim que os problemas forem resolvidos (no máximo, em 13 ou 14 anos)... :)

    Déborah Tolentino disse...

    Guuuuuuuuuuuu!!!!! Passou no Fantástico agora, aquele site que vc me mandou num dos meus textos: o Don't date him girl!!!! sucesso!!! e agora ta vindo a versão eminina, afff. dont'date her boy.... pessimo... rssss
    bjos da dé!

    vanessa disse...

    ah, eu adorei a idéia deste site, "don't date him girl". se a gente não usá-lo como palavra final é muito útil para selecionar malucos em potencial ou pelo menos para ficar mais esperta.

    B R E N A disse...

    Vocês dois aí num vão atualizar isso aqui não???
    Bora!

    Duda silva disse...

    Ouço do fim da rua em plena madrugada um forte grito

    Não vejo nada, não entendo nada e logo mais não ouço mais nada
    Ao longo da estrada surge uma luz, mas tão forte em forma de uma cruz
    Logo não entendo, mas surge algo tão meigo que mais parece uma fada
    Imagino um monte de coisas, mas o que mais me convenço é que quase vi Jesus

    Ora tantas coisas se passam na cabeça uma hora dessas
    Mas pra complicar mais ainda a minha história, eu tava sozinho nessa hora
    Pra qualquer pessoa que eu contar vai haver controvérsias
    Mas eu nem ligo, e continuo a tentar entender então vamos embora com essa história

    Foi só eu voltar á tona que novamente eu ouço
    Mas desta vez foi tão forte o sussurro, que pensei até em correr
    Dessa vez chega me dá um arrepio, que chega eu procuro o meu terço no meu bolso
    O pior! Nem encontrei e perguntei: Deus do céu será que eu vou morrer?

    Mas desta vez ao invés de um grito ouço uma voz, tranqüila e definida
    E me dizia: Meu filho fique tranqüilo
    Então me tranqüilizei e respirei fundo, porque senti que continuaria com a minha vida
    Então não escondi a curiosidade e perguntei: então homem, o que danado foi aquilo?

    Meu filho é melhor não tentar entender todas as coisas nessa vida, o importante é viver
    Mas se você ainda insiste em compreender
    Saiba que sempre agindo assim, além de muitas coisas á perder, você ao invés de viver
    Vai levar a vida inteira tentando sobreviver.

    Moral da história, se ao ouvir o grito e você nada viu, então é por que você não deveria ver
    Muito menos o grito não foi chamando o seu nome, mais um motivo pra tentar esquecer
    Mas se você preferiu prosseguir tentando entender, você pode ver algo que não queria ou deveria ver.


    Duda silva (Baixista da banda Radiowega)

    Anônimo disse...

    Sooh maais ow meeo (;

    'Pedra Bruta'

    "Pegueei meo cachimboo
    Fuue noo guii
    Comprei R$
    minhaa pedraa
    D:
    fuue pra prassa e fuumei! ☺"

    Essas são minhaas palavras!
    'paalavras de um viciado'
    :D

    "Maais o da breenda fiko melhor ☻"

    Luiz Afonso disse...

    Poesia é a arte do esboço sentimental.
    Desaba por dentro e é exposta por fora.
    Qualquer um pode lapidar palavras.
    Mas nem todos podem transbordar sentimentos em forma de palavras.

    Anônimo disse...

    Vc é um alejado mental. Bocaberta e pau no cú

    Anônimo disse...

    soneto,, do despertar..... a vc que me fes abriri esse coração, xeio de armagura e solidão,não sei onde guardei so q encontrei novamente esse amor que es tão infinitos como água de mar, a vc que me fes descobrir q nessa vida niguem pode viver sem amar xega de solidao,,, agora so quero amar, que não seja so vc,, pois esse coracao tem muito amor para dar, mas saiba que nunca esquecerei, que vc foi o remédio desse coração, que agora esta xeio de amor e de novas inspiração, foi vc que curou tantas feridas, e magoas! Vc foi a curadora dese coração,, te agradeço com muita emoção agora estou feliz , agora posso viver a vida com amor sem rancor,,,,

    Anônimo disse...

    A mulheres que me amaram, peço mil desculpas, as que não tive, mil discursos, e as que ainda de ter mil beijos,,mil desculpas por ter falado besteras, por ter feitos xorar, port ter feitos sofrer, por nao saber ou ate mesmo nao ter reconhecido seu amor, meu coração, estar multilado, cortado em mil pedaços por isso, mil desculpas por não ter te amado como me amou, as qe não tive,, mil discurso,, mil palavras para tentar descrever como poderia ter cido, como poderia te amar, e fazer feliz, mil idéias que teria para nos para buscar sua felicidade,, e para ainda a de estar por vim quero dar mil bjs mil, apertos mil xamegos, e todo amor que nem somando todos os mil que falei nesse poema,,,seria maior que meu amor que tenho para lhe dar,um de meus poemas que faço..robson rudhe...