Agora, só no twitter...

    follow me on Twitter

    domingo, dezembro 10, 2006

    DESPEDIDA

    (para o meu pai, onde ele estiver...)


    Ela levantou o braço
    Num longo e demorado adeus
    Ficou ali, parada,
    O braço fino, estendido
    Balançando, de um lado pro outro
    O olhar triste, vagando, vagando
    Como quem vai fazer uma longa viagem
    E nunca mais voltar
    Seus olhos cuspiam lágrimas gordas
    E ela não parava de acenar
    Num instante, as nuvens desceram do céu
    E ela foi envolvida por uma névoa
    Uma bruma prateada
    Que combinou perfeitamente com o brilho do seu olhar
    Depois, tudo foi ficando nublado, nublado
    Eu, de longe, só conseguia ver sombras embaçadas
    Mas o braço levantado continuava lá,
    Sinalizando a tristeza daquela despedida
    A vontade de não ir e de ficar
    A vontade de virar estátua
    De ser esculpida, naquela posição
    E não precisar dizer adeus, nunca mais.

    11 comentários:

    Augusto Galery disse...

    Ei, meu amor lindo! Eu te amo muito, viu?

    Ana Grein disse...

    Te amo tbém! Faz tempo q eu queria postar uma coisa pro papis...E cansei de ficar guardando poemas inéditos, pra futuros concursos literários inexistentes! hehehehe

    disse...

    lindo.
    lindo
    e lindo...



    ps. o calcinhas está fora do ar... tenho que bater em quem?

    Ana Grein disse...

    Brigada Ká!
    Pergunta pro Gu q ele sabe! Afinal, a pessoa q faz Mestrado em Tecnologia tem q saber, né?
    Pra bater em alguém, pode contar comigo! Tô tão brava ultimamente...
    Ah, tive notícias suas pela Dani. Precisamos mesmo nos conhecer!

    disse...

    pois é... quero muito conhecer vcs... quando eu for com calma te ligo naquele telefone tá??

    beijos

    ká disse...

    Guuuuuuuuuuu
    pelo amor de Dadá... o calcinhas está fora do ar e não existe nenhum contato com o blogspot... o que eu faço???

    ps. não me mande bater em ninguem porque isso eu já combinei com a ana.

    beijos

    Anônimo disse...

    Oi, Ana!
    Sou a amiga da Raquel, a futura portuga...rs
    Adorei este blog! Li vários posts, o Augusto é relmente muito bom!
    E, olha, linda poesia essa "Despedida". Adorei as imagens, o ritmo...
    Agora volto sempre!
    Beijos!
    Bianca.

    Ana Grein disse...

    Seja bem-vinda Bianca!
    Fico feliz q tenha gostado da "nossa casa"! hehehe
    Apareça mesmo!
    Beijinhos
    Ana

    disse...

    resolvi tudo já
    o banheiro estava interditado 9sem motivo) mas já tiraram a faixa amarela da porta.

    beijos

    disse...

    casal preferido???

    FELIZ NATAL PRA VCS.

    ps. consegui trabalho... a paulicéia nunca mais será a mesma.

    beijos

    Kafé Roceiro disse...

    Ana,

    Essa dor é uma barra, né? Também passei por isso recentemente. Mas, muita força pra você. A gente não sabe de onde tira mas a gente consegue prosseguir, com nossos queridos que se foram eternamente no coração.

    Um abraço,
    Kafé Roceiro.