Agora, só no twitter...

    follow me on Twitter

    sábado, abril 07, 2007

    "Dentro da Noite Veloz"...


    Pra quem não sabe (eu só descobri isso ontem), "Dentro da Noite Veloz" não é apenas a parte final da música "Vambora", cantada pela Adriana Calcanhotto. É o nome de um dos livros de poesia mais belos do poeta Ferreira Gullar, escrito entre 1962 e 1975, durante a Ditadura Militar, quando vários de seus amigos estavam presos e ele próprio se encontrava exilado na Argentina e outros países, clandestino, sem documentos.
    Descobri esse livro graças ao meu amigo Sandro Serpa, um apaixonado por poesia como eu. Ele me emprestou o livro Toda Poesia, coletânea onde se encontra esse livro e vários outros, escritos em 30 anos de poesia por Gullar.
    Fiquei tão tocada com o viés político e social do livro que quando o Augusto chegou em casa, eu disse a ele: "Vinicius de Moraes morreu. Agora quem vive em mim é o Ferreira Gullar". E olhem que sou tarada pela obra de Vinicius...
    Deixo aqui um trecho do poema intitulado 'Maio 1964' (ano do golpe militar), que foi um dos que mais me emocionou 'dentro da noite veloz':

    "Mas quantos amigos presos!
    quantos em cárceres escuros
    onde a tarde fede a urina e terror.
    (...)
    Estou aqui. O espelho
    não guardará a marca deste rosto,
    se simplesmente saio do lugar
    ou se morro
    se me matam.
    Estou aqui e não estarei, um dia,
    em parte alguma.
    Que importa, pois?
    A luta comum me acende o sangue
    e me bate no peito
    como o coice de uma lembrança".

    5 comentários:

    Gu do Angu disse...

    Ai, ai, ai... O Ferreira Gullar está vivo! Tou correndo perigo... :-(

    Nando Porto disse...

    pois é, estava em POA assistindo o show do Frejat e ele cantou a musica da Adriana e quando ouvi essa frase me liguei. É ferreira gular!
    Falei pra minha namorada, mas ela não lembra-se. agora confirmei...
    abraço

    Nando

    Rio Grande do sul

    Brasil

    Edmilson Borret disse...

    Essa música da Calcanhoto não faz referência só ao Dentro da noite veloz do Ferreira Gullar não. Faz referência também a um livro fantástico do Manuel Bandeira chamado Cinzas das horas. Procura lá que vc vai ver.

    Bjs

    Sanjo Santos disse...

    Exatamente. Sexta na aula de Literatura a minha professora citou o título A cinza das horas. Nunca tinha entendido o trecho final da música da Adriana Calcanhoto. Agora eu entendi porque dentro da cinza das horas e porque dentro da noite veloz.

    Nina disse...

    Adoro a música V'ambora e quando ouvir a primeira vez fiquei intrigada com as duas finalizações: ... nas cinzas das horas .. e ... dentro da noite veloz. Não lembro qual dos meus amigos me falou que era livros, pesquisei e confirmei autor e texto. Adoro mais ainda a música pois os poemas que foram citados me tocaram profundamente.